Câmera de segurança grava momento em que candidato a vereador é assassinado; veja o vídeo. Foto: reprodução Twitter
Câmera de segurança grava momento em que candidato a vereador é assassinado; veja o vídeo. Foto: reprodução Twitter

Cássio Remis (PSBD) pré-candidato a vereador da cidade de Patrocínio (MG), foi morto a tiros nesta quinta-feira (24), após Remis participar de uma transmissão ao vivo nas redes sociais. O momento foi registrado por um vídeo de uma câmera de segurança. Veja:


+ Tatá Werneck mostra vídeo de cobra em seu liquidificador; assista
+ Duas mulheres desfilam de biquíni em carro pelo Leblon e cena acaba em confusão; veja o vídeo
+ Com maiô cavado, Scheila Carvalho ostenta corpo musculoso aos 47 anos

Na live o candidato denunciava uma obra realizada pela prefeitura, quando foi interrompido pelo secretário de Obras, Jorge Marra (DEM).

Marra chegou em uma caminhonete branca e tomou o celular do político. “Tá aqui o secretário. Chegaram aqui para me agredir, entendeu? Não pega meu telefone!”, afirma Remis no vídeo antes de ter o celular tomado.

No vídeo, é possível ver o secretário saindo com o veículo e Remis na frente do carro tentando impedir que o celular fosse levado.

Ele então tentou entrar na sede da Secretaria de Obras para recuperar o aparelho, momento no qual foi baleado. Segundo a Polícia Militar, Remis foi atingido por cerca de seis disparos, sendo cinco na cabeça, e morreu no local.

Jorge Marra que é irmão do prefeito da cidade, Deiró Marra (DEM) e está foragido. Deiró manifestou. “Nós lamentamos tudo que aconteceu, essa sequência de fatos – absolutamente, eu diria, injustificáveis, que culminaram na morte de Cássio.”