Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo. Foto: Reprodução Whatsapp
Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo. Foto: Reprodução Whatsapp

Um jovem foi atropelado na madrugada deste sábado (10) em Londrina, quando o grupo do qual fazia parte tentava ajudar uma mulher vítima de violência por parte de seu companheiro. A ação do motorista foi filmada do alto de um apartamento na região e as imagens viralizaram nas redes sociais.

+ Do que as mulheres gostam na hora da paquera?
+ Bragantino assume ponta do Grupo 1 da Série D ao vencer o Independente de Tucuruí (PA)
+ Google homenageia Laudelina de Campos Melo, ativista e pioneira do sindicato de trabalhadores domésticos no Brasil
+ Destinos religiosos de SP devem ter movimento reduzido no feriado de 12 de outubro

Segundo a Polícia Militar de Londrina, a polícia foi acionada inicialmente, para atendimento a um caso de agressão física de um homem contra sua companheira em uma motocicleta.

Neste momento, um grupo de pessoas dentro de um veículo passou e interviu. O motociclista saiu do local e o grupo ofereceu carona para a moça. Enquanto isso, o autor das agressões teria ido ao mesmo endereço dentro de um carro, que seria o da mulher.



Ele bateu contra os veículos estacionados e tentou forçar a mulher a entrar no veículo. Neste momento, um dos rapazes tentou interferir novamente, puxando-a, mas o condutor deu marcha a ré e acabou arremessando-o a alguns metros. Em seguida, acelera adiante e atinge o rapaz passando por cima dele.

Ainda segundo a PM, o autor teria dado mais duas voltas no quarteirão. Na terceira vez, um policial que mora no local do ocorrido interferiu na ação e o suspeito fugiu.

O rapaz atropelado foi levado para a Santa Casa de Londrina, onde permanecia internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) até as 14h20 deste sábado. Seu estado de saúde e estável, mas segue sob rigorosa observação neurológica.

A identidade de todos os envolvidos não foram fornecidos para não prejudicar as investigações. O caso será apurado pela Polícia Civil.