Metrô de SP inicia monitoramento eletrônico com inteligência artificial

56
Metrô de SP inicia monitoramento eletrônico com inteligência artificial
Metrô de SP inicia monitoramento eletrônico com inteligência artificial

O Metrô de São Paulo iniciou nesta quinta-feira (24) o funcionamento do novo sistema de monitoramento eletrônico de suas estações e linhas, com a utilização de câmeras inteligentes.

+ Google homenageia o 80º aniversário de Krzysztof Kieślowski
+ Pesquisa aponta que Vênus ainda é geologicamente ativo
+ China planeja missão tripulada para Marte em 2033
+ Originais de Angry Birds vão retornar às lojas de aplicativos
+ Foto da carteira de vacinação contra covid-19 pode ser usada em golpes; entenda

O novo sistema permite a identificação e rastreamento de objetos, com análise instantânea das imagens pelas ferramentas de inteligência artificial. Se uma bolsa for deixada em uma plataforma, por exemplo, será gerado um alerta para o Centro de Controle que aciona o agente mais próximo para verificar.

A tecnologia poderá ainda identificar crianças desacompanhadas, identificar pessoas desaparecidas, animais perdidos e até notar comportamentos anormais de usuários, que possam indicar uma tendência de um passageiro se jogar na via.

As estações Carrão, Guilhermina Esperança e Belém (Linha 3-Vermelha) são as primeiras com os novos equipamentos, que vêm sendo instalados gradualmente em toda a rede. 91 novas câmeras já foram instaladas, além do sistema integrado que está em comissionamento.

Ao todo, o novo circuito interno contará com 5.080 câmeras digitais de alta capacidade espalhadas por todas estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha. São 2.600 novas câmeras em processo de instalação, 880 que serão instaladas junto as portas de plataforma e outras 1.600 digitais já presentes nas estações.