Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, disse que seu time não pode se esconder atrás das decisões do árbitro ou de suas lesões e doenças depois da derrota de 4 x 1 para o Valência neste domingo (8).

+ WhatsApp terá funcionalidade de mensagens temporárias
+ 10 Celebridades e suas SUVs de luxo
+ Youtuber conhecida como ‘Amanda da 160’ morre após acidente com Yamaha XJ6

O Real concedeu três pênaltis pela primeira vez em sua história, todos eles conferidos por Carlos Soler, e Raphael Varane ainda fez um gol contra depois de Karim Benzema colocar os campeões na frente.

Zidane teve que se virar sem seis jogadores, já que o meio-campista Casemiro e Eden Hazard, contratado por um valor recorde, foram diagnosticados com o novo coronavírus (covi-19), mas disse que nada desculpa o desempenho do clube.

“Podemos procurar mil desculpas e qualquer um pode encontrar qualquer razão que quiser para explicar isto, mas não deveríamos estar procurando desculpas, todos no elenco são jogadores do Real Madrid”, disse.

O treinador criticou a equipe por reagir tão mal depois que Soler empatou após o gol inicial de Benzema.”Jogamos bem na primeira meia hora, mas o jogo mudou completamente depois que eles empataram. Isto nos aconteceu várias vezes, e não gosto disso.”

Já o goleiro Thibaut Courtois achou que seu time teve azar. “Estávamos muito motivados para vencer o jogo no intervalo, mas tive que fazer uma defesa assim que o segundo tempo começou e depois concedemos dois pênaltis”, disse. “Acho que [o atacante do Valência] Maxi Gomez fez falta em Marcelo, mas Maxi gritou mais alto e eles deram pênalti. Também houve uma falta em Asensio, estávamos falando disso no vestiário, mas não dá para mudar nada no vestiário”.

Fonte: Agência Brasil