Saiba como consultar e regularizar o CPF para receber o auxílio emergencial de R$ 600

407
Saiba como consultar e regularizar o CPF para receber o auxílio emergencial de R$ 600
Saiba como consultar e regularizar o CPF para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Ter o Cadastro de Pessoa Física (CPF) em ordem é uma das exigências para conseguir o benefício, que volta a ser distribuído nesta terça-feira (14).

Uma das exigências para receber o auxílio emergencial de R$ 600 é ter o CPF regularizado junto à Receita Federal. Quase 30 milhões de pessoas já se inscreveram no aplicativo ou no site da Caixa para receber o benefício, mas muitos encontraram dificuldades, que vão desde a situação do CPF até o preenchimento do nome da mãe no cadastro, que em alguns casos é diferente do registrado no sistema do INSS.

+ Vulcão Krakatoa entrou em erupção na Indonésia
+ Aulas na rede estadual do Paraná começam nesta 2ª feira por aplicativo
+ Barulho no céu é ouvido em vários locais e assusta internautas: ‘apocalipse?’

A Receita anunciou nesta última quinta(9) que já está trabalhando para fazer a regularização automática dos CPFs suspensos por pendências eleitorais até esta sexta. Para evitar fraudes, o governo cruza os dados informados no aplicativo ou no site com a base da Receita e do INSS.

Em nota, a Receita Federal divulgou que “o aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial desenvolvido para o recebimento do benefício apresentou um volume excessivo de acessos, que pode ter impedido o cadastramento de muitos beneficiários”.

Ainda segundo a Receita, a recomendação é que os usuários tentem se cadastrar novamente em diferentes períodos do dia, pois a habilitação pode não ser possível na primeira tentativa.

• Clique aqui para verificar se seu CPF está regularizado

Caso o problema continue, no entanto, a orientação é que os trabalhadores verifiquem se seu CPF está regular por meio do site da Receita Federal (clique aqui). A regularização de dados do CPF poderá ser feita de forma online, preferencialmente pelo formulário eletrônico Alteração de Dados Cadastrais no CPF (clique aqui).

Para os casos em que não for possível regularizar pelo site, a Receita informou que o atendimento poderá ser efetuado via e-mail ou presencialmente em uma das Unidades de Atendimento ao Contribuinte (veja os locais no site da Receita).

Para evitar que as pessoas vão pessoalmente até as unidades de atendimento presencial, a Receita Federal também disse que ampliou a lista de serviços que são prestados de maneira virtual pelo Chat RFB. O horário de atendimento é das 07h às 19h, em dias úteis.

A Receita destacou ainda a importância de verificar, no ato do preenchimento do aplicativo, se o nome do cidadão, de sua mãe (se houver) e de sua data de nascimento coincidem com os dados constantes na base CPF da Receita Federal.

Segundo o vice-presidente de rede e varejo da Caixa Econômica Federal, sem o CPF regularizado, não é possível receber o auxílio emergencial.