Trabalho remoto em empresas de tecnologia faz aluguéis despencarem em grande cidade

179

As políticas de trabalho em casa relacionadas ao coronavírus nas maiores empresas de tecnologia do país parecem ter causado um êxodo no Vale do Silício, que provocou uma queda muito grande nos preços de aluguel em São Francisco.

+ Governo altera prazos para pagamento de IPVA
+ Homem pede US$ 2 trilhões de indenização em processa contra a Apple
+ Hello Kitty muda de mãos pela primeira vez em mais de 60 anos

Os aluguéis de apartamentos de um quarto na área metropolitana caíram 9,2% em junho, quando comparados ao mesmo período do ano passado, segundo dados do site de aluguel Zumper . Esse é a maior queda desde 2015.

No geral dos EUA, os aluguéis de um quarto caíram apenas 0,2%. Nenhuma outra importante da cidade metropolitana chegou perto da queda em São Francisco.

Anthemos Georgiades , CEO da Zumper, disse em um post no Twitter, que o declínio de preços de San Francisco é “sem precedentes” , apoiando a teoria de que as pessoas estão começando a deixar a cidade à medida que as opções de trabalho remoto no setor de tecnologia se tornam mais amplamente disponíveis.

Enquanto outras grandes áreas metropolitanas podem atribuir os problemas imobiliários a demissões em massa resultantes da pandemia, o tamanho da queda do aluguel no Vale do Silício indica que há algo mais acontecendo.

“Acontece que muito do hype online sobre a mudança do Vale do Silício para o controle remoto é … agora confirmado pelos dados”, continuou Georgiades em seu post.

Em Mountain View, Califórnia, onde está localizada a sede do Google, os aluguéis caíram quase 16%. Os preços caíram 14,1% na casa do Facebook , Menlo Park, enquanto também caíram 14,3% em Cupertino (onde fica a sede da Apple) e 10,8% em Palo Alto.

O Twitter e o Facebook deram a alguns funcionários a opção de trabalhar permanentemente em casa.

Os preços dos aluguéis em outra cidade da Califórnia, Los Angeles, caíram 3,6% na comparação.