Cientistas conseguem cultivar plantas em solo lunar; entenda

Cientistas conseguem cultivar plantas em solo lunar; entenda
Cientistas conseguem cultivar plantas em solo lunar; entenda

Pesquisadores da Universidade da Flórida (EUA) conseguiram pela primeira vez cultivar plantas usando amostras de solo lunar.

+Tinder lança “Match o Papo”, o seu novo podcast no Brasil
+ Brasileiro irá para o espaço em voo da Blue Origin; saiba mais
+ Nasa abriu amostra de solo lunar que ficou guardada por 50 anos; entenda
+ Nasa irá retomar testes de pré-lançamento da Artemis I em junho

No estudo, os pesquisadores usaram amostras de regolito lunar, uma poeira fina que recobre o satélite natural da Terra, coletadas há mais de 50 anos pelos astronautas do programa Apollo e armazenadas seladas até há pouco tempo.

Nesse “solo”, foram cultivadas pequenas mudas de Arabidopsis thaliana, uma planta nativa da Europa, Ásia e África que é uma parente distante de vegetais como a couve-flor e a couve-de-bruxelas que é muito usada para pesquisas em estudos com plantas.

Depois de dois dias sendo regadas e recebendo uma solução de nutrientes, as plantas começaram a brotar. Mas ainda existe um longo caminho até que o solo da Lua seja utilizado para cultivar alimentos.

Depois de poucos dias, as plantas aparentavam menos robustez que aquelas do grupo de controle, cultivadas em cinza vulcânica, além de trazerem raízes atrofiadas.

Uma análise do RNA das plantas demonstrou ainda que as plantas cresceram sob estresse, de maneira semelhante a Arabidopsis thaliana cultivadas em solo terrestre com excesso de sal ou metais pesados. Problemas que os cientistas esperam solucionar em futuros estudos científicos.