Como renovar a decoração de maneira sustentável e gastando pouco

36
Crédito: Rebecca Hay Designs

Se você é apaixonado por decoração, sabe que pode ser uma paixão cara. Mas abusar da criatividade em casa, não significa que você precisa gastar uma fortuna.

Se você está mudando para uma nova casa ou apenas procurando uma maneira de renovar a decoração, confira as dicas sustentáveis ​​da designer de interiores Rebecca Hay, da Rebecca Hay Designs Inc., com sede em Toronto, que são ideais ​​para sua casa, orçamento e para o meio ambiente.

Leia também

Reduzir, reutilizar, reciclar

“Este pode ser meu tópico favorito quando se trata de design sustentável”, diz Hay. “Eu absolutamente amo pegar peças já usadas existentes em uma casa e reaproveitá-las na decoração. Isso adiciona caráter e personalidade e pode ser completamente único e personalizada. O bônus adicional: você ainda está colaborando com o meio ambiente”

Hay sugere que você olhe para o que você tem em sua casa e que possa ser renovado, ou talvez pesquise em lojas online e brechós do bairro por peças que te agrade e que têm mais personalidade.

“Às vezes, apenas mover um móvel de uma parede para a outra pode simplesmente mudar e abrir o espaço e fazê-lo parecer novo novamente”, diz Hay.

Dica profissional: Está tudo nos acessórios! Procure por itens que se comunicam com você para criar uma aparência mais selecionada. Brechós são um ótimo lugar para caçar itens baratos ou investir em itens de alta qualidade em uma bela loja. Menos é mais quando se trata de acessórios de decoração!

Uma camada de tinta é muito útil

A pintura é uma maneira fácil de renovar um espaço sem gastar muito dinheiro. Para mantê-lo sustentável, procure por tintas ecológicas e não tóxicas e foque em uma parede ou mural de realce para economizar no orçamento.

“As tintas tradicionais que contêm plástico criam uma barreira plástica nas paredes quando aplicadas que retém o ar e leva a mofo e outros problemas”, diz Hay.

Encontre a cor certa para você e pesquise em nosso site por ideias de arte em paredes.

Dica profissional: Tintas rotuladas como ‘à base de água’ podem significar apenas que são diluídas, mas ainda assim prejudiciais ao meio ambiente. Ingredientes como resinas de vinil, corantes sintéticos, produtos petroquímicos derivados de óleo, acrílicos, formaldeído e amônia podem contribuir para uma variedade de problemas de saúde. Se você tiver alguma dúvida, consulte a FISPQ dos produtos.

Crédito: Rebecca Hay Designs

Adicionar toques de acabamento sustentáveis

“Não sou fã de comprar um monte de produtos baratos em lojas grandes”, diz Hay. “Eles geralmente são mal feitos e acabam em um aterro sanitário mais cedo do que imaginamos.” Em vez disso, tente se concentrar na qualidade x quantidade. Muitos itens usados são de melhor qualidade do que peças contemporâneas.

“Muitas vezes você pode encontrar móveis de ótima qualidade que custam uma fração do preço dos novos. Eles são mais acessíveis e você não precisa esperar dias pra receber a encomenda”, acrescentou Hay. Incorporar elementos naturais e projetar com plantas também é uma ótima maneira de refrescar um espaço sem gastar muito. Eles nunca saem de moda.

Mantenha-o atemporal

“Não sou grande fã de design muito moderno”, diz Hay. “Eu usaria apenas tendências em pequenas doses, como papel de parede no lavabo, que é algo que você pode mudar a cada poucos anos, porque é divertido e faz uma diferença. Ou adicionaria almofadas, talvez algumas cortinas, coisas que são simples e fáceis de trocar.”

Fonte: Brit+Co

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br