Fundador da revista ‘Hustler’, Larry Flynt morre aos 78 anos

455

Larry Flynt, fundador da revista “Hustler” e magnata da indústria pornográfica nos Estados Unidos, morreu aos 78 anos em sua casa em Los Angeles nesta quarta-feira (10).

+ Denise Dias posa de lingerie exibindo bumbum: ‘Paixão nacional com unanimidade’
+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos e encanta fãs
+ Denise Dias posa de lingerie exibindo bumbum: ‘Paixão nacional com unanimidade’

A notícia foi confirmada ao “Washington Post” pelo irmão de Larry, Jimmy Flynt, sem mencionar a causa da morte. Segundo o site TMZ, Larry Flynt morreu por insuficiência cardíaca pela manhã.

Flynt é conhecido por suas diversas empresas no ramo pornográfico, por seus muitos problemas com a justiça americana e por ter sido alvo de tentativa de assassinato em 1978, que o deixou paralisado da cintura para baixo. O empresário, era dono de uma casa de strip-tease quando fundou a revista “Hustler” em 1974. A publicação chegou a ter tiragem de 2 milhões de exemplares em seu ápice, no final dos anos 1970.

Por causa da revista, Flynt enfrentou diversos processos na justiça e acusações de abuso por parte de lideranças feministas. Com isso, ele se intitulou como um campeão da Primeira Emenda da Constituição americana, responsável por garantir a liberdade de expressão no país.

Em 1976, ele foi condenado por obscenidade e crime organizado e recebeu uma sentença de sete a 25 anos de prisão, mas ganhou a apelação.

Dois anos depois, ao sair de um tribunal em Atlanta onde enfrentava outra acusação de obscenidade, foi alvo de dois tiros de um franco-atirador. Depois de fugir, o autor do atentado confessou o crime após ser preso por uma série de assassinatos.