A médica catarinense Mariana Fossati, de 31 anos, foi resgatada na manhã de hoje após ficar quase 30 horas desaparecida ao sofrer um acidente em São Cristóvão do Sul, a 290 quilômetros de Florianópolis (SC).

Médica é resgatada em ribanceira cerca de 30 horas após se acidentar . Foto: reprodução Redes Sociais

+ Escavação em rodovia de SP revela fragmentos de dinossauro
+ Covid-19: Metrô-SP continua lotado mesmo na Fase Vermelha
+ ‘A gente vai morrer’, disse estudante em vídeo antes morrer em acidente de carro

Médica é resgatada em ribanceira cerca de 30 horas após se acidentar. Foto: Divulgação/Bombeiros Militares de SC
Médica é resgatada em ribanceira cerca de 30 horas após se acidentar. Foto: Divulgação/Bombeiros Militares de SC

Conforme divulgado pela família, Mariana saiu de Curitibanos com destino a Taió por logo após as 4h deste domingo (18/4). Como não chegou ao hospital para o plantão, a família acionou a polícia.

A Polícia Militar trabalhava para localizar Mariana. Neste domingo, pelas imagens de câmeras de monitoramento constatou que ela havia passado por um trevo por volta das 5h. O celular dela perdeu sinal em determinado trecho da rodovia.

Uma viatura fez ronda e soube por populares, como um caminhoneiro, que marcas de frenagem foram vistas na altura do km 203, na chamada Serra dos Pires, no perímetro de São Cristóvão do Sul. Os policiais entraram na mata e encontraram o carro a cerca de 50 metros, em um local de difícil acesso. Mariana estava do lado de fora, machucada, mas consciente.

+ Casa é uma pirâmide invertida e você não imagina o motivo; saiba o porquê
+ Decoração industrial: arquiteta ensina a aplicar o estilo em 7 passos
+ Michael B. Jordan entra em carro em chamas para novo filme: “Meu coração estava batendo muito rápido”

A vítima apresentava sinais de desidratação, hematomas no rosto, pelve e costas. Aparentemente estava com a clavícula e tornozelo direito fraturados. Ela também reclamou de muita dor na região cervical e barriga. Os bombeiros foram acionados e a médica foi levada ao hospital de Curitibanos.

Mariana teria contado aos policiais que se perdeu e saiu da pista após desviar de um cachorro. Muito ferida, não conseguiu subir o barranco para pedir ajuda.

Com informações do nsctotal.com.br