Nova KTM Duke 890 2021 é apresentada, mais potente e com mais tecnologia

353
KTM Duke 890 2021. Foto: Divulgação
KTM Duke 890 2021. Foto: Divulgação

Três anos o lançamento da Duke 790, a KTM apresentou a segunda geração de sua nake de média cilindrada: a nova Duke traz o motor 890 com maior desempenho sem nenhum ganho de peso. Alguns componentes da suspensão também mudaram e a altura do assento esta ligeiramente reduzida. Veja as novidades em detalhes.

+ Nova KTM RC 390 2022 chega com 44 cv, novas cores e design mais esportivo
+ Nova KTM Adventure 250 deve ser lançada em outubro na Índia
+ Não há mais produção austríaca para a linha de modelos 790 da KTM
+ A esperada KTM 390 Adventure chega com 44 cv e apenas 158kg

Motor mais potente

A nova KTM 890 Duke 2021 está equipada com o bicilíndrico paralelo LC8c de 889 cm3 com 115 cv e 92 Nm(+10 cv e +5 Nm de torque em comparação com o 790 Duke). As massas rotativas aumentam em 20% para garantir uma entrega mais suave e mais regular em rotações baixas e médias. O aumento de volume conduz obviamente à homologação Euro 5, mas sobretudo determina uma relação peso / potência capaz de competir com motos de maior cilindrada. O tanque de 14 litros deve garantir autonomia próxima a 300 km, graças a um consumo médio de 20,8 km/l.

KTM Duke 890 2021. Foto: Divulgação
KTM Duke 890 2021. Foto: Divulgação

Eletrônica valiosa

Possui painel de instrumentos TFT colorido e três modos de pilotagem Rain, Street e Sport foram confirmados na nova moto. O controle de tração, gerenciado pelo Ride by Wire, é ajustável em nove níveis, enquanto o sistema anti-wheelie (que pode ser desativado) e a resposta do acelerador podem ser ajustados em três níveis diferentes de acordo com as necessidades do piloto. Os três mapas podem ser integrados com uma quarta possibilidade chamada Modo de Rastreio (opcional), configurável pelo cliente. Curva ABS (com modo Supermoto) e Quickshifter + caixa de câmbio eletrônica opcional completam o equipamento .

KTM Duke 890 2021. Foto: Divulgação

Chassi

De acordo com a tradição, o chassi inclui uma estrutura de treliça de aço cromo-molibdênio, com espigão de selim em alumínio fundido (dentro do qual há entradas de ar, caixa de ar e bateria) e o motor usado como elemento de tensão. as suspensões são WP Apex com o monoshock ajustável na pré-carga. O sistema de frenagem agora conta com pastilhas mais esportivas e de alto desempenho, enquanto o selim foi rebaixado para 82 cm, meio centímetro a menos que o 790.

Preço e disponibilidade

A nova KTM Duke 890 chegará às concessionárias européias em fevereiro de 2021 nas duas cores (Laranja e Preto) a um preço de 10.700 euros, ou aproximadamente R$ 68 mil em conversão direta.