Prefeitura de Porto Alegre sanciona extinção da função de cobrador de ônibus

14

Ônibus. Foto: Pexel
Ônibus. Foto: Pexel

Nesta terça-feira (23), o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, sancionou o projeto de lei que cria o Programa de Extinção Gradativa da Função de Cobrador de Ônibus na Capital gaúcha.

O objetivo do Executivo é que o todo programa seja concluído até 2026. A medida havia sido aprovada pela Câmara dos Vereadores no começo do mês de setembro.

+ Vídeo: Após levar ‘capacetada’ no rosto, motorista atropela e quase mata motoboy
+ Vídeo: Pedestres derrubam assaltante de moto e impedem roubo em SP

Sebastião Melo postou no Twitter sobre a sanção:

O prefeito afirmou que a proposta contribuirá para a redução gradual dos custos da operação, o que resultará na redução da tarifa. O Programa deve ser executado ao longo de quatro anos, acabando em 10 de janeiro de 2026, o que resultará, conforme o Executivo, na diminuição da tarifa técnica (base para determinação da tarifa do usuário) correspondente a R$ 0,70 ou uma redução de 15,36% na tarifa vigente, que passaria dos atuais R$ 4,55 para R$ 3,85.

+ Chef revela o segredo de como fazer ovos mexidos cremosos de hotel
+ Luisa Sonza publica fotos ousadas e ganha cometário polêmico de famosa: ‘Que rabão’
+ Júlia Sampaio: conheça a influenciadora considerada um fenômeno nas redes sociais
+ As cidades mais seguras do mundo
+ Fasano: hotel brasileiro fica entre os melhores do mundo no World’s Best Awards 2021