Steve Jobs já jogou iPhone no chão para impressionar jornalistas

45
Funcionários da Apple temem que governos explorem nova ferramenta contra pornografia infantil
Funcionários da Apple temem que governos explorem nova ferramenta contra pornografia infantil

Neste terça-feira (5), serão completados 10 anos da morte de Steve Jobs. Para homenagear o cofundador da Apple, o repórter Roger Cheng, da CNET, compartilhou um causo envolvendo um protótipo do 1º iPhone, de 2007.

+Bruno Gagliasso sugere “festa” em Noronha após queda das redes
+ Receita Federal lança nova plataforma de cadastro compartilhado
+ NFT fazem mercado de arte bater recorde de vendas
+ Empresa cria um ‘Game Boy’ menor que um polegar

Jobs estava na sede do The Wall Street Journal, em Nova York (EUA), meses antes do lançamento oficial do smartphone, para falar sobre o novo telefone.

Quando foi questionado a respeito da resistência do aparelho, o executivo não hesitou em lançar o celular ao ar, com o aparelho caindo no chão logo em seguida.

O aparelho resistiu ao impacto sem um arranhão. Um risco calculado, que poderia ter se tornado um desastre se o iPhone tivesse quebrado na frente de tantos jornalistas.

Mas acabou despertando a curiosidade dos profissionais que logo em seguida puderam mexer em protótipos que foram distribuídos logo em seguida.

Atualmente, a Apple tem em seu site uma área com mensagens deixadas por amigos, colegas e clientes da empresa para Steve Jobs.