Tender, chester e peru: Entenda a diferença entre as carnes para a ceia

Tender, chester e peru: Entenda a diferença entre as carnes para a ceia de Natal. Foto: Pixabay
Tender, chester e peru: Entenda a diferença entre as carnes para a ceia de Natal. Foto: Pixabay

Na hora de montar a Ceia de Natal sempre surge a dúvida de qual carne usar: tender, chester ou peru? Especialistas da BRF conversaram sobre preços, sabores e qual a mais fácil de preparar.

+ Receita de Tender Suculento
+ Quais são os tipos de de azeite de oliva
+ Receita fácil de torta banofee com chocolate (torta de banana) fica pronta em apenas 40 minutos

De acordo com a BRF, o chester é uma ave com uma cor mais clara e que possui uma concentração maior de carne no peito e nas coxas, sendo 70% de sua carne concentrada nesses pedaços do animal. O peru difere do chester, já que é uma carne um pouco mais escura, tendo um sabor mais acentuado. O tender é um corte suíno extraído do pernil do porco e é defumado e temperado, como um presunto e assim como o peru, também tem o sabor mais acentuado. Além disso, o tender tem um consumo complementar e é um prato super versátil para entradas e saladas.

Na parte financeira, o chester e o peru são as opções mais baratas. O quilo das aves tem pouca diferença
e de valor avriando entre R$ 17,00 e R$ 20,00. O tender, por sua vez, é o mais caro das carne ficando na faixa de R$ 46,00 a R$ 50,00 o quilo.

O tender é o mais fácil de preparar para a ceia, visto que trata-se de uma carne que permite o consumo imediato. Já o chester e o peru demandam mais tempo no forno por serem produtos in natura, além do tempo de descongelamento que deve ser feito sob refrigeração até 48 horas antes do preparo.