‘Tiraram do contexto’, diz Leo Picon sobre vídeo em que chama criança de ‘traficante’

100
‘Tiraram do contexto’, diz Leo Picon sobre vídeo em que chama criança de ‘traficante’ (Foto: Reprodução/Instagram)
‘Tiraram do contexto’, diz Leo Picon sobre vídeo em que chama criança de ‘traficante’ (Foto: Reprodução/Instagram)

Após postar um vídeo em seu Instagram Stories, Leo Picon causou polêmica na web. Nas imagens, o influenciador, que está em Recife, brinca com alguns amigos que é um turista internacional, e fala em espanhol.


+Conheça a história das canetas espaciais e por que elas foram usadas até pelos soviéticos
+Carol Dias fala sobre relacionamento com Kaká: “Me apoia muito”
+Luana Piovani celebra aniversário dos filhos gêmeos em Portugal
+Rafa Kalimann faz desabafo sobre fragilidade: “Às vezes sento, choro, respiro”

Vou mostrar como se fala espanhol com o traficante de Recife”, diz Leo, que logo em seguida pergunta para um garotinho sobre a localização de um lugar, que responde educadamente. Não demorou muito para os internautas se revoltarem com as imagens. Leo Picon foi acusado pela web de expor, ridicularizar e humilhar o jovem. O influenciador então, se pronunciou para se explicar.

Eu vinha fazendo vários vídeos em espanhol e lidando com o que eu estava vivendo no dia a dia lá em espanhol, em tom de brincadeira, como se fosse algo voltado à la mafia espanhola [fala com sotaque espanhol]. Eu me referi a uma criança como traficante e eu filmei isso. Fiz questão de escrever ‘traficante de informação’ porque, pô, dentro do contexto todo…“, começou ele.

Colocam em diversos portais e fica saindo que eu chamei uma criança de traficante, começam a levantar pautas de elitismo e de sei lá o que, quando na verdade não tem nada a ver. Foi uma brincadeira em que, obviamente, quando pega um fragmento e colocam fora de contexto, fica fácil… É um prato feito para quem quiser me atacar, pra quem quiser me descredibilizar, para quem quiser criar uma narrativa que jogue contra mim”, desabafou.

Leo garantiu que sua intenção não era humilhar a criança e revelou que foi à Recife para começar um projeto que emprega jovens. “Pegarem um fragmento tão pequeno dessa viagem, quinze segundos em que eu estou falando como um personagem, estou interpretando uma parada em espanhol e colocarem isso me magoa muito. Acho que dentro de um personagem, dentro de uma brincadeira, essa fala não tem esse peso todo que vocês estão colocando”, completou.