‘Varanda de jantar’: integração, aproveitamento e bem-estar são algumas das razões para esse ambiente

71
Com o deslocamento da sala de jantar para a varanda, o apartamento ganhou abrangência | Projeto: Oliva Arquitetura | Foto: Mariana Orsi
Com o deslocamento da sala de jantar para a varanda, o apartamento ganhou abrangência | Projeto: Oliva Arquitetura | Foto: Mariana Orsi

Há muito tempo a varanda deixou de ser aquele espaço de segundo plano do apartamento ou apenas complementar para receber algumas plantinhas. Seja para ampliar a área útil do lar, ou seja para promover bem-estar para os moradores, a varanda mostra cada vez mais a sua relevância nos projetos.

Entre as tendências que o profissional de arquitetura de interiores ou o morador podem implementar para essa área está o posicionamento da sala de jantar. A ‘varanda de jantar’ pode se configurar como uma solução, no caso de imóveis pequenos, como também um novo olhar na decoração residencial.

Com o deslocamento da sala de jantar para a varanda, o apartamento ganhou abrangência | Projeto: Oliva Arquitetura | Foto: Mariana Orsi
Com o deslocamento da sala de jantar para a varanda, o apartamento ganhou abrangência | Projeto: Oliva Arquitetura | Foto: Mariana Orsi

“Por contarmos com o fechamento de vidro e a discrição das persianas que sempre instalamos por todo perímetro do espaço, sem dúvidas o projeto ganha um algo a mais. Já pensou jantar com a luz da lua ou a possibilidade de apreciar uma deliciosa vista do bairro?”, revela Fernanda Mendonça, arquiteta do Oliva Arquitetura.

Para a também arquiteta e sócia do escritório, Bianca Atalla, a localização da varanda confere um clima despojado e um charme que a formatação clássica da sala de jantar não traria. “Pensando nas oportunidades em que os moradores recebem amigos, sem dúvidas o ambiente fica mais descontraído, deixando de lado aquela formalidade que o jantar carrega, mas sem esquecer da elegância”, diz.

Veja também:

Pensando nessa composição, as profissionais enfatizam a necessidade da instalação da cortina de vidro, essencial para a proteção contra as intempéries da chuva e do sol, além do conforto térmico. “Na época de outono e inverno, por exemplo, ninguém se sentirá confortável em estar, por um longo período, sentindo frio”, conta Fernanda.

Veja também:

Além disso, junto com a especificação dos materiais utilizados na varanda, deve-se evitar o piso de madeira, que pode deformar em contato com a água ou apresentar problemas em função da incidência do sol. “Porcelanato é uma excelente pedida e atende com muita eficácia tanto na parte técnica, como na estética, por conta da variedade de acabamentos”, conta Bianca.

Da mesma forma, o tecido que reveste as cadeiras deve ser resistente à água e protegido contra os raios solares. “No tocante à iluminação, sempre conferimos com as normas do edifício o tipo de luz e acessórios que devem ser especificados na varanda”, completa.

A seguir, confira as inspirações de projetos realizados pela dupla:

1) Sala de jantar na varanda do imóvel de 65m²

Projeto Oliva Arquitetura | Foto: Mariana Orsi

Para a moradora deste apartamento com 65 m², a varanda foi integrada como parte da área social do imóvel. No piso, que se fez presente em toda a planta, o porcelanato que imita madeira foi eleito com o intuito de propiciar a sensação de aconchego, facilitar a limpeza e compor a paleta de tons neutros presente em todo o projeto de arquitetura de interiores.

Retangular, a mesa de jantar é acompanhada por seis posições de cadeiras. Como suporte, as arquitetas também consideram a presença de um armário para guardar as louças e demais objetos que integram os momentos especiais para servir. “No final das contas, a sala de jantar ficou em uma posição muito privilegiada e com um espaço bastante agradável e convidativo. Sem contar que o apartamento parece maior que sua área real”, destaca a arquiteta Fernanda.

2) Sala de jantar no apto com 35m²

Projeto Oliva Arquitetura | Foto: Julia Ribeiro

O layout funcional e inteligente foi premissa para a concepção do projeto de arquitetura de interiores deste apartamento com apenas 35 m². Morada de um jovem casal no início da vida a dois, o desafio das profissionais era conceber uma planta com ‘de tudo um pouco’ e, para tanto, o planejamento, a marcenaria e a incorporação da varanda foram pontos cruciais para essa percepção de um imóvel maior do que realmente é.

Dessa forma, cozinha e jantar encontram-se praticamente na varanda. Com uma pequena mesa acompanhada por quatro cadeiras coloridas, a bancada da cozinha recebe o cooktop e tem sua extensão que faz as vezes de apoio durante os eventuais jantares especiais. “Gostamos muito dessa leveza que alcançamos. Sempre afirmamos que a limitação de área não é motivo para eliminar um ambiente ou mesmo passar aquela sensação de apertado”, detalha Bianca.

3) Jantar com clima de área gourmet 

Projeto Oliva Arquitetura | Foto: Jenifer Gimenez

No apartamento com 112 m², a dupla aproveitou a amplitude da varanda para caprichar na mesa de jantar. Ao lado da área gourmet – com direito à churrasqueira, bancada com cooktop e outra com pia, armários e um frigobar –, uma mesa de madeira foi composta com a brasilidade das cadeiras com encosto em palhinha.

Para o bem-estar dos moradores e convidados, as normas do edifício possibilitaram a construção de uma cobertura com estrutura metálica e fechamento de vidro. Nessa atmosfera de paz, pratos e conversas no entorno da mesa, sem pressa para acabar.

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br