Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton de 7 metros

Na Indonésia, na ilha de Muna, Wa Tiba, uma fazendeira de 54 anos, foi dada como desaparecida até ter sido encontrada no estômago de uma cobra píton na última sexta-feira (16).

+ Conheça o fotógrafo que há sete anos roda o mundo para clicar pessoas ruivas
+ A americana mais velha, Hester Ford morre aos 115 anos
+ Tinta acetinada ou semibrilho? Como escolher o acabamento certo
Juju Salimeni posa de micro-biquíni em cenário paradisíaco da Bahia

Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton de 7 metros. Foto: Reprodução
Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton de 7 metros. Foto: Reprodução

A mulher foi até sua plantação de milho, que fica a cerca de 800 metros da sua residência na noite de quinta-feira passada (15). A fazendeira se preocupada com os javalis que estavam entrando na plantação.

Na região cobras píton são encontradas com frequência. Quando a família notou seu sumiço, na manhã seguinte, resolveram ir atrás dela e somente um par de chinelos, uma lanterna e um facão foram encontrados. Tiba foi a segunda vítima encontrada dentro de uma cobra píton em mais um de um ano.

Cerca de 100 pessoas da aldeia de Persiapan Lawela se dividiram para procurar a fazendeira e no decorrer da busca, encontraram uma cobra píton inchada, parecendo ter consumido algo grande. A cobra era enorme com aproximadamente sete metros de comprimento e apresentava dificuldades para se locomover.

Os moradores mataram a cobra e ao abri-la, se depararam com o copo de Tiba com a mesma roupa que havia saído no dia anterior em que foi dada como desaparecida.

Geralmente essa cobra, prefere se alimentar de mamíferos menores e atacam humanos raramente. Provavelmente a vítima já estava sem vida antes de ser engolida, pois, a píton imobiliza sua presa com uma mordida e em seguida, percorre seu corpo ao redor da vítima, aperta sua circulação sanguínea até que ela pare e seja impossibilitada de respirar.

Com informações do The Washington Post.