Rafaella Gonçalves. Foto: Instagram
Rafaella Gonçalves. Foto: Instagram

Rafaella Gonçalves, uma policial militar da Bahia foi morta, nesta segunda-feira, na cidade de Ibotirama, no oeste do estado.

+ Auxílio emergencial: Caixa libera hoje (6) parcela para nascidos em junho
+ Saiba o que é e como funciona o Pix
+ Câmera flagra colisão entre trem e SUV nos EUA, veja o vídeo
+ As 20 motos mais vendidas no Brasil em setembro

Segundo a polícia, a principal suspeita da morte da PM e “influenciadora digital“, de 38 anos, é de feminicídio, o marido, também policial, teria matado Rafaella e cometido suicídio seguida. Os corpos dos dois foram encontrados na casa em que moravam.

Ainda segundo a polícia, o soldado Edson Salvador Ferreira, marido da vítima, atacou a mulher, mas não divulgaram detalhes sobre a morte. O soldado era lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado.

Rafaella tinha mais de 70 mil seguidores no Instagram e era conhecida por publicar detalhes de sua rotina como policial. Também costumava divulgar postagens em que aparecia posando para fotos carregando armas ou vídeos em que treinava tiros.

O casal tinha duas filhas de 3 e 7 anos, que estavam no imóvel quando ocorreu o crime, mas não ficaram feridas.