Aneel aprova reajuste de até 64% das bandeiras tarifárias

luz
Aneel aprova reajuste de até 64% das bandeiras tarifárias

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou nesta terça-feira (21) os novos valores para as bandeiras tarifárias para o período de julho de 2022 a junho de 2023. Os reajustes foram de até 63,7%.

+Pesquisadores recriam genoma de bactéria encontrada em múmia
+ App da Samsung permite monitorar gasto de energia pelo celular
+ Aplicativo ajuda localizar apps espiões; saiba mais
+ Escassez de semicondutores persistirá até 2023, aponta estudo

Este percentual foi o da bandeira vermelha patamar 1, que passou de R$ 3,97 para R$ 6,50 a cada 100 kWh. Já a bandeira amarela passou de R$ 1,87 para R$ 2,99 (59,5%), enquanto a vermelha patamar 2 foi de R$ 9,49 para R$ 9,80 (3,2%).

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada. Até o momento, a bandeira em vigor é a verde, que não representa cobrança adicional na conta de luz. A bandeira de julho será divulgada na sexta-feira (24).