O Estado de Israel fez contato com extraterrestres? De acordo com o general israelense aposentado e atual professor Haim Eshed, a resposta é sim, mas isso foi mantido em segredo porque “a humanidade não está pronta“.

+ Frota com os maiores drones do mundo poderá lançar um satélite a cada 180min
+ Avião faz pouso noturno em rodovia nos Estados Unidos; veja o vídeo
+ Nova Ducati Monster 2021 perde quadro tubular e 16kg a menos

Falando em uma entrevista a Yediot Aharonot, Haim Eshed – que serviu como chefe do programa de segurança espacial de Israel por quase 30 anos e recebeu três vezes o Prêmio de Segurança de Israel – explicou que Israel e os EUA têm lidado com alienígenas já a vários anos.

E isso de forma alguma se refere a imigrantes, com Eshed esclarecendo a existência de uma “Federação Galáctica“.

O ex-chefe da segurança espacial de 87 anos deu mais detalhes sobre exatamente que tipo de acordos foram feitos entre os alienígenas e os Estados Unidos, que aparentemente foram feitos porque eles desejam pesquisar e compreender “a estrutura do universo”. Esta cooperação inclui uma base subterrânea secreta em Marte, onde há representantes americanos e alienígenas.

Se for verdade, isso coincidiria com a criação da Força Espacial pelo presidente dos EUA, Donald Trump, como o quinto braço das forças armadas dos EUA, embora não esteja claro há quanto tempo esse tipo de relacionamento, existe entre os EUA e seus aliados extraterrestres.

Mas Eshed insiste que Trump está ciente deles, e que ele estava “prestes” a revelar sua existência. No entanto, a Federação Galáctica supostamente o impediu de fazer isso, dizendo que desejavam evitar a histeria em massa, uma vez que sentiam que a humanidade precisava “evoluir e alcançar um estágio onde iremos … entender o que são o espaço e as espaçonaves”, relatou Yediot Aharonot .

Com informações do Yediot Aharonot